Archive julho 2019

O MERCADO POR TRÁS DA FORTUNA BILIONÁRIA DO CHAMADO ‘HOMEM DOS INVESTIMENTOS’

Saiba quais foram os passos que trouxeram fama a Warren Buffett

Para quem acompanha o mundo dos investimentos, o primeiro homem que vem à mente é, sem dúvida, o admirado bilionário Warren Buffett, que conquistou todo o seu patrimônio estudando o mercado financeiro e investindo assertivamente. Uma das formas que Buffett usou para crescer foi trabalhando com fusões e aquisições. Com erros e muitos acertos, ele ainda é o grande mentor na área de investimentos.

Para entender como o seu papel no mercado financeiro das fusões e aquisições foi importante, precisamos conhecer mais de perto esse instrumento da economia. As fusões são técnicas de reorganização empresarial, caracterizada pela união de duas ou mais empresas para transformarem-se em uma nova. Já na aquisição, ocorre a compra de uma empresa por outra. Isso significa que, necessariamente, uma das empresas permanece, mas não significa que a outra acabará. Ela pode ou não permanecer, mas sob nova direção.

Comprar e vender empresas têm suas vantagens e desvantagens. Quando duas empresas decidem se fundir ou serem adquiridas, a nova sociedade é a soma das qualidades das duas. Na fusão, as principais vantagens são: acelerar o crescimento, diversificar o segmento de atuação, consolidar-se no setor e melhorar o poder de barganha no mercado. Já nas aquisições, os benefícios são: liquidez para acionistas, solução para uma falta de sucessão, melhoria na governança corporativa e a possibilidade de receber um novo sócio com aporte de capital e know-how específico.

Entender e executar um processo de fusão e aquisição não é uma tarefa fácil. A ação pode ser uma solução para grandes e pequenas empresas, mas a expertise no processo é fundamental. A XP Investimentos tem uma vertente destinada a Fusões e Aquisições dentro da área de Mercado de Capitais B2B. Essa área oferece um portfólio completo de serviços e soluções de mercado de capitais para adequação de estrutura de capital e de assessoria financeira, competindo de frente com os principais bancos de investimento do Brasil.

Nossa assessoria financeira busca entender o cenário e a demanda do cliente. Se você acredita que a sua empresa precisa dar um passo para que o crescimento continue, venha conhecer a Allez Invest.

Por Arthur Weber Rubert, sócio-proprietário da Allez Invest.

Texto publicado originalmente na TOPVIEW

ALLEZ INVEST MARCA PRESENÇA NA EXPERT XP 2019

Maior evento do mercado financeiro mundial trouxe mais conhecimento e networking para a assessoria financeira

Os sócios da Allez Invest participaram dos três dias da Expert XP 2019, o maior evento do mundo sobre o mercado financeiro e que é promovido pela XP Investimentos. A feira aconteceu na última semana, entre os dia 4 e 6 de julho, em São Paulo, e recebeu mais de 30 mil pessoas. O grande encontro trouxe especialistas mundiais do setor e grandes nomes da política brasileira atual.

O evento, que acontece anualmente, apresentou os temas em alta no setor político-econômico do Brasil e do mundo, nas mais de 180 palestras. Entre os convidados estavam: Paulo Guedes, Ministro da Economia; Sérgio Moro, Ministro da Justiça e da Segurança Pública; Michael Phelps, nadador e maior medalhista olímpico da história; Ricardo Amorim, economista; Jorge Paulo Lemann, economista e um dos empresários mais conhecidos do mundo; Kaká, ex-jogador de futebol e empresário; Zeina Latif, sócia e economista-chefe da XP Investimentos; Rodrigo Maia, Presidente da Câmara dos Deputados; Natuza Nery, jornalista e comentarista política da GloboNews.  

Os três dias foram de intensas discussões entre os palestrantes e profissionais do mercado financeiro, com mais de 200 horas de conteúdo. Um dos palestrantes mais aguardados no evento foi Paulo Guedes, que trouxe o otimismo em suas palavras. “O ministro falou por mais de duas horas sobre o futuro de um país que está se reconstruindo após a maior crise da sua história. Redução do estado, privatizações e endereçamento dos problemas enraizados foram termos chave durante sua palestra que foi aplaudida de pé”, declara o fundador da Allez Invest, Renan Hamilko. Além dos grandes nomes políticos do Brasil, o evento recebeu gestores de fundos de investimentos que reforçaram o otimismo em ações brasileiras na Bolsa de Valores.

Para os sócios da Allez Invest, a importância de participar desse evento é obter mais detalhes e informações sobre o mercado financeiro, e as suas perspectivas futuras globais. “Para ter sucesso no mercado financeiro, precisamos estar sempre atentos e em busca constante por conhecimento. Em eventos como este, da XP Investimentos, temos a oportunidade de assistir e aprender com centenas de palestrantes nacionais e internacionais”,  finaliza Hamilko.

PREVIDÊNCIA PRIVADA: UM DOS INVESTIMENTOS MAIS INTERESSANTES QUANDO PENSAMOS EM APOSENTADORIA

Com um cenário político-econômico instável como o do Brasil, é cada vez mais necessário pensar em formas alternativas de garantir uma boa rentabilidade no futuro, principalmente se o assunto for aposentadoria. Uma das opções mais populares para esse tipo de investimento é, sem dúvida, a previdência privada. Entre as vantagens de poupar hoje, para ter uma renda no futuro, está a diferença de rendimento que os grandes bancos oferecem em comparação com a indústria independente.

Apesar de parecer modesto inicialmente, quando se trata de fundos conservadores de previdência privada, traz grandes vantagens no futuro. Segundo Bruno Rosenmann, sócio da Allez Invest, “mesmo que um fundo de previdência renda 1% a mais no ano, esse lucro pode se tornar até 26% maior em 25 anos. Em uma aplicação inicial de R$1 milhão, essa diferença de rendimento passa dos R$810 mil”, explica.

Mas, antes de começar a investir, é necessário conhecer as modalidades, a tributação e saber quais fundos são adequados para o seu perfil. Para isso é necessário escolher onde e com quem investir. Apesar de ser uma opção mais fácil, nem sempre recorrer aos bancos é a melhor solução.

Com cada vez mais adeptos no Brasil, o movimento de desbancarização pede que as pessoas pensem em outras formas de investimento além do banco. Isso porque muitas só conhecem os produtos financeiros apresentados por seus gerentes que, além de trabalhar defendendo os seus interesses e os do banco, também não tem tempo de fazer uma consultoria personalizada para cada cliente. “A consequência desse comportamento é que muitos investidores acabam colocando seu dinheiro em produtos que acabam sendo mais benéficos para o banco do que para eles mesmo ”, orienta Bruno.

PGBL ou VGBL?
A principal diferença entre as modalidades está basicamente na forma de tributação. Ou seja, em como os impostos impactam na hora de sacar o dinheiro da previdência. No PGBL (Plano Gerador de Benefícios Livres), o imposto é pago sobre o valor total do capital, ou seja, sobre a soma do seu investimento e do seu lucro. Para Bruno Rosenmann, essa modalidade é para quem faz a declaração completa do imposto de renda. “É possível deduzir do imposto seu investimento anual no plano de previdência até o limite de 12% da sua renda bruta”,aconselha.

Já, o VGBL (Vida Gerador de Benefícios Livres) é para quem é isento da declaração do imposto de renda ou declara no formulário simplificado. Dessa forma, o investidor não abate suas aplicações anuais no plano de previdência mas, na hora de sacar, paga imposto apenas sobre o valor dos rendimentos, não sobre o valor total, como no PGBL.

Tabela progressiva compensável ou tabela regressiva definitiva?
Ambos são investimentos à longo prazo e possuem benefícios distintos. Se quiser diminuir a tributação ao longo do tempo, o ideal é optar pela tabela regressiva definitiva que começa com 35% de imposto de renda nos primeiros dois anos de aplicação e vai diminuindo 5% a cada dois anos, até chegar em 10% nas aplicações acima de 10 anos.

Agora, na tabela progressiva compensável, quanto maior o valor resgatado, maior a alíquota. Em contrapartida, as despesas dedutíveis do cálculo do imposto de renda podem reduzir o valor a ser pago no resgate. Além disso, depois dos 65 anos a isenção fica duas vezes maior, já que a tabela tem os valores dobrados após esse período.

Escolhendo o fundo ideal
Por fim, pedimos para Bruno Rosenmann explicar qual o perfil ideal para cada fundo e ele foi enfático: “não há como rotular perfil A, B ou C. Cada pessoa é uma pessoa e possui um cenário ideal e produtos específicos para ela.” Isso quer dizer que a análise minuciosa do estilo de vida do cliente é indispensável na hora de escolher os produtos nos quais deseja investir.

Se você ainda tem dúvidas ou quer deixar seus investimentos nas mãos de quem é especialista no assunto, conheça o trabalho de assessoria financeira da Allez Invest. Eles são nossos parceiros e já deram várias outras dicas sobre o mercado financeiro.

Texto publicado originalmente na TOPVIEW