CONSEQUÊNCIAS DE UM FRAUDE CHAMADA CHURNING

O churning é uma prática irregular de negociação de ativos que visa o lucro de intermediários e não do cliente. Conheça cálculos que asseguram os rendimento

No mercado financeiro, existe uma prática irregular – no entanto, mais comum do que se imagina – chamada churning. O termo, criado nos Estados Unidos, refere-se a uma negociação excessiva dos ativos do cliente, a fim de gerar apenas lucro às gestoras e intermediários, por meio de ganhos administrativos.

Recentemente, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), cuja missão é fiscalizar o mercado de capitais, emitiu um comunicado a fim de alertar os gestores de contas de que essa prática é ilegal e deve ser evitada para não gerar custos excessivos para o cliente.

De acordo com a CVM, essa ação é uma modalidade de fraude na qual as pessoas se valem do controle que exercem sobre recursos de terceiros de tal forma que eles sejam negociados de maneira excessiva.

Essa ação visa não o melhor para o investidor, mas, sim, gerar taxas e comissões para a empresa gestora. O churning nem sempre é uma prática fácil de identificar, por isso, a escolha de uma assessoria séria e comprometida com os objetivos dos clientes ajuda o investidor a valorizar o seu patrimônio.

Cálculos de segurança anti churning

Para que o cliente não fique tão suscetível à gestora de seu investimento, existem dois cálculos que podem monitorar a sua carteira de investimentos. Um deles é o Turnover Ratio (TR), um indicador de giro da carteira. 
Aliás, ele é calculado por meio do total de operações realizadas da carteira média do cliente.

E o outro é Cost/Equity Ratio (C/E), que complementa o indicador de giro, a fim de medir diretamente as despesas de negociação. No entanto ele é representado pelo total de despesas com corretagens e comissões e a carteira média de investimentos do cliente.

Sobretudo a Allez Invest acredita que boas práticas são primordiais para que o cliente confie em quem assessora o seu patrimônio. Por isso, os assessores da empresa de investimentos estão sempre à disposição para esclarecer dúvidas sobre o portfólio.

Além disso, apresentamos relatórios mensais de forma didática e transparente, sobre os custos envolvidos nas operações. Bem como avaliam se o cliente tem o devido entendimento do quanto está sendo abatido de eventuais ganhos/perdas de suas operações.

Se você tem dúvidas sobre a sua carteira de investimentos, o seu rendimento e os custos envolvidos, entre em contato com a Allez Invest.

Por Thiago Muradas , sócio da Allez Invest.

Texto publicado originalmente na TOPVIEW

ALLEZ INVEST E DMGSA REALIZAM TALK PARA PAIS E FILHOS

O talk focou em Planejamento Sucessório e Investimentos no Exterior 

Na última quarta-feira (30), a Allez Invest e a Domingues Sociedade de Advogados (DMGSA) realizaram o talk “Investimentos no Exterior e Sucessão Patrimonial”, para convidados e clientes. O evento recebeu cerca de 30 pessoas no restaurante do Grand Hotel Rayon.

Para apresentar o tema, o sócio-fundador da DMGSA, Nereu Domingues, destacou o que se deve levar em conta para a sucessão patrimonial quando há investimentos no exterior ou familiares que moram em outros países, assim como os principais produtos/estruturas financeiras – para planejamento sucessório – e seus benefícios fiscais. A convite da Allez Invest, o Head de Wealth Planning  na XP Investimentos, Renato Folino, destacou informações sobre tributação de investimentos internacionais e descorreu em mais detalhes sobre as estruturas financeiras para grandes riquezas no exterior.

De acordo com Folino, o processo de sucessão patrimonial é muito personalizado e precisa ser estruturado previamente de acordo com as necessidades da família, para ser o mais mais eficiente e benéfico possível. “Durante o inventário, as leis brasileiras podem considerar que patrimônios no exterior devem passar pelo procedimento no país de origem. Isso, além de demandar mais tempo, pode ter custos e impostos maiores que o previsto. Assim, um planejamento antecipado, garante o conforto aos familiares”, relata o Head da XP Investimentos.

Para a sucessão patrimonial, três fatores devem ser levados em conta, segundo Domingues, são eles: governança, sucessão (herdeiros) e tributação. “É preciso ter objetivos certos e claros para o seu investimento, além de conhecer como será a custódia dos ativos e a proteção de riscos. A sucessão patrimonial deve possuir uma boa estrutura, conhecer as expectativas dos integrantes da família e levar em conta os aspectos tributários dos outros países em que o investidor possuí patrimônios”, destaca o advogado, que adianta: quaisquer um dos fatores que faltem na gestão do patrimônio, podem trazer riscos jurídicos para a operação. 

Para o sócio da Allez Invest, Renan Hamilko, é essencial que o grande investidor estruture juridicamente a sua sucessão patrimonial juntamente com a estrutura financeira ideal para a sua família, visando ter uma gestão mais eficiente e menos custosa do patrimônio. “Existem muitos aspectos que podem interferir em um investimento a longo prazo, por exemplo, se considerarmos as taxas e impostos que poderão ser pagas ao longo do tempo, por isso, os assessores da Allez procuram entender todos os pontos que podem impactar o patrimônio, para que os investidores tenham a melhor experiência possível”, finaliza.

Sobre a Allez Invest

Allez Invest é uma boutique de soluções financeiras no Brasil e no exterior. Com sede em Curitiba (PR), é credenciada à XP Investimentos, a maior corretora de valores e títulos mobiliários da América Latina, oferece um modelo de assessoria financeira exclusiva, compreensiva e completamente personalizada para seletos clientes.

Serviço:

Allez Invest

Endereço: Rua Heitor Stockler de França, 396, sala 2106, Edifício Neo Business, Centro Cívico – Curitiba (PR)

Telefone: (41) 3514-5890

Site: www.allez.com.br

Instagram: @allez_invest

Facebook: @allezinvest

LinkedIn: @allez-invest

ALLEZ INVEST LANÇA PODCAST SOBRE INVESTIMENTOS

“Papo de Investidor” está disponível no Spotify e Soundcloud

Para ajudar os brasileiros a investir melhor, a Allez Invest produziu uma série de programas apresentando o mercado financeiro e as formas de investir. A proposta já está no ar com o canal Papo de Investidor, que pode ser reproduzido nos aplicativos de áudio Spotify e Soundcloud.

Para o sócio de Allez Invest, Bruno Rosenmann, esta é uma novidade no mercado financeiro paranaense que vai ajudar a desmistificar que os investimentos são para poucos. “Uma pequena parte da população investe. E uma grande maioria destas pessoas, ainda acredita que a poupança é a melhor forma. Queremos com o podcast mostrar que os investidores têm muitas opções, de acordo com o seu perfil, e que a rentabilidade dos ativos pode ser maior com conhecimento no mercado financeiro”, aconselha Rosenmann.

O primeiro episódio do canal já está disponível, e inicia com os sócios Bruno Rosenmann e Renan Hamilko explicando as modalidades de investimentos. Além dos aplicativos de áudio, os episódios podem ser acompanhados pelo site www.allez.com.br/podcast.

COMO CUIDAR DOS ATIVOS DA SUA EMPRESA?

Confira dicas de como alocar seus ativos e capital de giro quando o assunto é Pessoa Jurídica com o sócio da Allez Invest Guillermo Arauz

Ter uma boa alocação de ativos também é assunto para as empresas. Por meio de um bom planejamento de fluxo de caixa, a rentabilidade do capital de giro das pessoas jurídicas pode ser otimizada ao máximo. Uma alocação adequada às necessidades da empresa e uma programação inteligente dos aportes e das retiradas fazem toda a diferença.

Se compararmos as tradicionais aplicações em bancos, que rentabilizam menos que o CDI, com ativos que rendem, pelo menos, 100% dessa taxa, a diferença, sem dúvida, é muito benéfica para os negócios. Muitas vezes, por exemplo, esse recurso extra chega a resultar no pagamento da folha de funcionários. Bem como em novos investimentos em infraestrutura e em expansões ou no aprimoramento da tecnologia de seu empreendimento.

Para a maioria das empresas, a liquidez torna-se muito importante, já que o negócio pode exigir investimentos imprevisíveis, seja uma demanda trabalhista, uma oportunidade de compra de ativo ou um reparo imperativo no escritório. Entretanto, quanto mais conhecermos a operação e as demandas de utilização de caixa do business, mais conseguimos trabalhar a rentabilidade para os clientes.

Portanto, é importante que a empresa tenha uma boa previsão e controle das saídas de caixa, para entender com qual tipo de prazo conseguimos trabalhar e, dessa forma, adequar-se às melhores aplicações.

Para uma instituição investir, é preciso levar em consideração as opções, que são mais restritas em comparação com as possibilidades para pessoas físicas. Porém, há algumas vantagens, como a isenção de imposto de renda, que não são aplicáveis para pessoas jurídicas.

Opções como o Tesouro Direto não estão disponíveis para aplicação por pessoa jurídica e investir em ativos sem I.R para pessoas físicas não aplica a isenção para as empresas. Por isso, é importante reconhecer as melhores opções para o seu capital de giro, buscando ativos que possuam liquidez de acordo com o resgate necessário para cobrir as necessidades da empresa.

Para ajudar na escolha dos investimentos e no acompanhamento da carteira de ativos, as empresas também podem contar com a ajuda da Allez Invest, uma boutique de soluções financeiras.

Ter uma boa alocação de recursos também é assunto para as empresas. Através de um bom planejamento de fluxo de caixa, a rentabilidade do capital de giro das pessoas jurídicas pode ser otimizada ao máximo. Com alocações adequadas às necessidades da empresa e uma programação inteligente dos aportes e retiradas, fazem toda a diferença.

Se compararmos as tradicionais aplicações em bancos que rentabilizam menos que o CDI com ativos que rendam, pelo menos, 100% dessa taxa, a diferença sem dúvidas é muito benéfica para os negócios. Muitas vezes – por exemplo – este recurso extra chega a resultar no pagamento da folha de funcionários, novos investimentos em infraestrutura e expansões ou aprimoramento da tecnologia de seu empreendimento.

Para a maioria das empresas, a liquidez torna-se muito importante, já que o negócio pode exigir investimentos imprevisíveis: seja uma demanda trabalhista, uma oportunidade de compra de ativo ou um reparo imperativo no escritório. Entretanto, quanto mais pudermos conhecer a operação e as demandas de utilização de caixa do business, melhor conseguimos trabalhar a rentabilidade para os clientes.

Portanto, é importante que a empresa tenha uma boa previsão e controle das saídas de caixa, para entender qual o tipo de prazo que conseguimos trabalhar e, assim, adequar-se as melhores aplicações. 

Para uma instituição investir é preciso levar em consideração as opções, que são um pouco mais restritas do que para a pessoa física, e algumas vantagens, como a isenção de imposto de renda, que não são aplicáveis para pessoas jurídicas.

Opções como o Tesouro Direto não estão disponíveis para aplicação por pessoa jurídica, e investir em ativos sem I.R para pessoas físicas, não aplica a isenção para as empresas. Por isso é importante reconhecer as melhores opções para os seu capital de giro, buscando por ativos que possuam liquidez de acordo com o resgate necessário para cobrir as necessidades da empresa. 

Para ajudar na escolha dos investimentos e no acompanhamento da carteira de ativos, as empresas também podem contar com a ajuda da Allez Invest, uma boutique de soluções financeiras. 

Por Guillermo Arauz , sócio da Allez Invest.

Texto publicado originalmente na TOPVIEW

COMO FICA O BRASIL NA GUERRA COMERCIAL EUA x CHINA?

Entenda a posição do Brasil na guerra comercial entre China e EUA de acordo com a Allez Invest, empresa de soluções de investimento

Semanalmente, o noticiário nacional e internacional mostra os desdobramentos da guerra comercial entre os Estados Unidos e a China. A cada tentativa de negociação, uma das partes retrocede no impasse. Por isso influencia tanto o comércio internacional e as transações financeiras como a economia do mundo inteiro.

Portanto, o mercado financeiro global é diretamente afetado pela guerra comercial entre os dois países. Persuadido pela maior procura por ativos mais seguros – como títulos do tesouro americano e ouro – causando baixa nas bolsas de valores e alta do dólar.

Para entender como o mercado financeiro aqui no Brasil é afetado, vamos rever a história desse momento entre os EUA e a China.

No Brasil

Desde o começo de 2018, o mundo anda preocupado com as atitudes tomadas pelos dois países. No entanto, isso começou com o aumento das tarifas impostas aos produtos chineses pelo presidente Donald Trump, com o argumento de proteger os produtos norte-americanos.

Frustrada, a China também impôs barreiras comerciais e chegou até a desvalorizar a sua moeda, o iuan, sendo acusada de manipulação cambial.

Com a tensão entre os países, o Banco Central do Brasil tem monitorado os rumos dessa disputa. A guerra comercial está entre os fatores que determinam as decisões sobre o futuro dos juros. Mesmo assim, no último mês, tivemos a notícia de que a Taxa Selic chegou a 6%.

Isto é, fazendo com que investimentos em renda fixa se tornem menos atrativos. A Bolsa de Valores brasileira também tem sido influenciada, visto que países emergentes são os que mais sofrem perante o estresse global.

Podemos observar que, a cada nova ameaça ou novas quebras de acordo, por exemplo, os investidores estrangeiros buscam alternativas mais seguras para investir o seu dinheiro. Como a guerra comercial ainda é uma incógnita, precisamos estar atentos às ações dos governos norte-americano e chinês.

Dessa forma podemos contribuir para que nossas escolhas no mercado financeiro sejam assertivas. Procure a Allez Invest para ajudá-lo!

Por Rodolfo Baggio , sócio da Allez Invest.

Texto publicado originalmente na TOPVIEW

GERENCIAMENTO DE RISCO PARA PRODUTORES DO AGRO: PROTEÇÃO ATRAVÉS DO MERCADO FINANCEIRO

Durante talk sobre commodities promovido pela ALLEZ Invest, produtores agropecuários conheceram algumas opções de proteção para garantir os preços de suas produções em diferentes cenários de mercado

            Para produtores que querem garantir o preço da soja, milho, boi gordo, dólar e diversos outros produtos, o mercado futuro e o mercado de opções, no mercado financeiro, oferecem uma maior previsibilidade. Esse foi o tema do talk promovido pela ALLEZ Invest na última quarta-feira, 4 de setembro, no restaurante Badida.

Para garantir que o produtor proteja, ao menos, o seu custo de produção, a Diretora de Desenvolvimento Internacional do CME Group, Roberta Paffaro, destacou que o mercado financeiro é um instrumento de garantia de preço para a produção frente às oscilações de mercado influenciadas, por exemplo, pelo clima, gripe suína, dólar e/ou petróleo. “Essa ferramenta de hedge está a favor do produtor para que ele possa ter um controle no gerenciamento de risco de preço e assim não ficar suscetível diante de tantas incertezas do mercado”, disse ela durante o talk.

O evento também contou com a presença da Diretora Executiva de Agricultura do CME Group em Chicago (EUA), Suzan Sutherland, que apresentou dados mais técnicos das operações via mercado futuro e opções. Além disso, segundo a mesma, “nos Estados Unidos, a tensão comercial afetou bastante o mercado e os produtores fizeram bastante proveito dessas ferramentas de hedge para continuar garantindo sua rentabilidade”, relatou Suzan.

ALLEZ Invest atua atendendo as específicas demandas de cada produtor para garantir essa proteção e gerenciar o risco de mercado – de maneira exclusiva e 100% personalizada para cada caso. O primeiro evento, com o tema commodities, foi realizado em Curitiba e, ainda nesse ano, será levado para cidades do interior paranaense. “Os produtores possuem uma grande ferramenta à disposição para proteger a sua produção. É nosso trabalho disseminar esse tipo de conhecimento para eles. Portanto, para operar com mais segurança e assertividade, a ALLEZ Invest possui uma equipe de agentes especializados em commodities”, finalizou Arthur Rubert, sócio do escritório de assessoria financeira.

Sobre a Allez Invest

A ALLEZ Invest é uma boutique de soluções de investimentos no Brasil e no exterior. Com sede em Curitiba (PR), é credenciada à XP Investimentos, a maior corretora de valores e títulos mobiliários da América Latina, e oferece um modelo de assessoria financeira exclusiva, compreensiva e completamente personalizada para seletos clientes.

Serviço:

Allez Invest

Endereço: Rua Heitor Stockler de França, 396, sala 2106, Edifício Neo Business, Centro Cívico – Curitiba (PR)

Telefone: (41) 3514-5890

Site: www.allez.com.br

Instagram: @allez_invest

Facebook: @allezinvest

LinkedIn: @allez-invest

ALLEZ INVEST RECEBE TASTING THE MACALLAN

Convidados puderam conhecer e experimentar os whiskies da destilaria escocesa mais premiada: The Macallan

Uma das bebidas mais premiadas no mundo, os whiskies da The Macallan, foram degustados pelos convidados da Allez Invest, na noite de quinta-feira (29). A extraordinária experiência foi feita pelo embaixador da marca no Brasil, Gianpaolo Morselli. Além do tasting da bebida, os convidados aprenderam sobre a história e a produção da bebida escocesa e conheceram o trabalho da assessoria financeira.

Este é o terceiro encontro que a Allez Invest proporciona para convidados degustarem a bebida com o embaixador Gianpaolo Morselli, que é uma autoridade no país, quando o assunto é whiskies. “A The Macallan é uma bebida premium e uma das primeiras destilarias da escócia. A Allez Invest, assim como a The Macallan, possuem clientes que buscam qualidade e excelência nos produtos e serviços, por isso sentimo-nos  honrados em proporcionar esta degustação de excelentes whiskies aos nossos clientes”, destaca o sócio-proprietário da Allez Invest, Arthur Weber.

            Sobre a Allez Invest

Allez Invest é uma boutique de soluções de investimentos no Brasil e no exterior. Com sede em Curitiba (PR), é credenciada à XP Investimentos, a maior corretora de valores e títulos mobiliários da América Latina, oferece um modelo de assessoria financeira exclusiva, compreensiva e completamente personalizada para seletos clientes.

Serviço:

Allez Invest

Endereço: Rua Heitor Stockler de França, 396, sala 2106, Edifício Neo Business, Centro Cívico – Curitiba (PR)

Telefone: (41) 3514-5890

Site: www.allez.com.br

Instagram: @allez_invest

Facebook: @allezinvest

LinkedIn: @allez-invest

QUAL É A MELHOR OPÇÃO: IMÓVEIS OU FUNDOS IMOBILIÁRIOS?

Saiba as vantagens e desvantagens de cada tipo de investimento

Entre os brasileiros, o investimento em imóveis é um dos mais tradicionais meios de aumentar o patrimônio. É muito comum ouvir a seguinte frase: “compre imóveis porque é uma das melhores aplicações”. Mas seria esse o melhor caminho mesmo? Com certeza, esse tipo de investimento possui muitos benefícios, afinal, além de proporcionar uma renda mensal provinda do aluguel, os imóveis também servem de herança. Mas e na hora de vendê-los? 

A baixa liquidez é um dos pontos negativos do investimento direto em imóveis. Sendo assim, como uma alternativa dentro do mesmo setor, existem os chamados fundos imobiliários. Os Fundos de Investimento Imobiliário (FII) são formados por grupos de investidores com o objetivo de aplicar recursos em diversos tipos de investimentos imobiliários, seja no desenvolvimento de empreendimentos ou em imóveis já prontos, como edifícios comerciais, shopping centers e hospitais. 

O objetivo é bastante similar ao de comprar diretamente um imóvel: conseguir retorno pela exploração de locação, arrendamento, venda do imóvel e demais atividades do setor. Entretanto, suas cotas são negociadas na bolsa de valores (B3) e podem ser facilmente compradas e vendidas – assim como as ações das empresas – por meio de um home broker. Resumindo, o risco de liquidez praticamente deixa de existir.

Também por meio do home broker, o investidor negocia as suas cotas sem se preocupar com a burocracia e os cuidados de um imóvel que a compra exige, como escrituras, certidões, ITBI, locação, vacância, reforma, cobrança, etc. Além disso, com aplicações de baixo valor, o investidor já tem acesso a diferentes tipos de imóveis em vários segmentos, permitindo a diversificação do seu investimento. Já na compra do imóvel, não é possível vender apenas uma parte dele.

Quanto às vantagens fiscais, não há incidência de IR sobre o rendimento distribuído pelo fundo para pessoas físicas, já os aluguéis provenientes dos imóveis de propriedade direta são tributados pelo Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF).

Quer conhecer mais sobre esse tipo de investimento? Venha para a Allez Invest!

Por Renan Hamilko Barbosa e Bruno Rosenmann , sócios da Allez Invest.

Texto publicado originalmente na TOPVIEW

O MERCADO POR TRÁS DA FORTUNA BILIONÁRIA DO CHAMADO ‘HOMEM DOS INVESTIMENTOS’

Saiba quais foram os passos que trouxeram fama a Warren Buffett

Para quem acompanha o mundo dos investimentos, o primeiro homem que vem à mente é, sem dúvida, o admirado bilionário Warren Buffett, que conquistou todo o seu patrimônio estudando o mercado financeiro e investindo assertivamente. Uma das formas que Buffett usou para crescer foi trabalhando com fusões e aquisições. Com erros e muitos acertos, ele ainda é o grande mentor na área de investimentos.

Para entender como o seu papel no mercado financeiro das fusões e aquisições foi importante, precisamos conhecer mais de perto esse instrumento da economia. As fusões são técnicas de reorganização empresarial, caracterizada pela união de duas ou mais empresas para transformarem-se em uma nova. Já na aquisição, ocorre a compra de uma empresa por outra. Isso significa que, necessariamente, uma das empresas permanece, mas não significa que a outra acabará. Ela pode ou não permanecer, mas sob nova direção.

Comprar e vender empresas têm suas vantagens e desvantagens. Quando duas empresas decidem se fundir ou serem adquiridas, a nova sociedade é a soma das qualidades das duas. Na fusão, as principais vantagens são: acelerar o crescimento, diversificar o segmento de atuação, consolidar-se no setor e melhorar o poder de barganha no mercado. Já nas aquisições, os benefícios são: liquidez para acionistas, solução para uma falta de sucessão, melhoria na governança corporativa e a possibilidade de receber um novo sócio com aporte de capital e know-how específico.

Entender e executar um processo de fusão e aquisição não é uma tarefa fácil. A ação pode ser uma solução para grandes e pequenas empresas, mas a expertise no processo é fundamental. A XP Investimentos tem uma vertente destinada a Fusões e Aquisições dentro da área de Mercado de Capitais B2B. Essa área oferece um portfólio completo de serviços e soluções de mercado de capitais para adequação de estrutura de capital e de assessoria financeira, competindo de frente com os principais bancos de investimento do Brasil.

Nossa assessoria financeira busca entender o cenário e a demanda do cliente. Se você acredita que a sua empresa precisa dar um passo para que o crescimento continue, venha conhecer a Allez Invest.

Por Arthur Weber Rubert, sócio-proprietário da Allez Invest.

Texto publicado originalmente na TOPVIEW