QUAL É A MELHOR OPÇÃO: IMÓVEIS OU FUNDOS IMOBILIÁRIOS?

QUAL É A MELHOR OPÇÃO: IMÓVEIS OU FUNDOS IMOBILIÁRIOS?

Saiba as vantagens e desvantagens de cada tipo de investimento

Entre os brasileiros, o investimento em imóveis é um dos mais tradicionais meios de aumentar o patrimônio. É muito comum ouvir a seguinte frase: “compre imóveis porque é uma das melhores aplicações”. Mas seria esse o melhor caminho mesmo? Com certeza, esse tipo de investimento possui muitos benefícios, afinal, além de proporcionar uma renda mensal provinda do aluguel, os imóveis também servem de herança. Mas e na hora de vendê-los? 

A baixa liquidez é um dos pontos negativos do investimento direto em imóveis. Sendo assim, como uma alternativa dentro do mesmo setor, existem os chamados fundos imobiliários. Os Fundos de Investimento Imobiliário (FII) são formados por grupos de investidores com o objetivo de aplicar recursos em diversos tipos de investimentos imobiliários, seja no desenvolvimento de empreendimentos ou em imóveis já prontos, como edifícios comerciais, shopping centers e hospitais. 

O objetivo é bastante similar ao de comprar diretamente um imóvel: conseguir retorno pela exploração de locação, arrendamento, venda do imóvel e demais atividades do setor. Entretanto, suas cotas são negociadas na bolsa de valores (B3) e podem ser facilmente compradas e vendidas – assim como as ações das empresas – por meio de um home broker. Resumindo, o risco de liquidez praticamente deixa de existir.

Também por meio do home broker, o investidor negocia as suas cotas sem se preocupar com a burocracia e os cuidados de um imóvel que a compra exige, como escrituras, certidões, ITBI, locação, vacância, reforma, cobrança, etc. Além disso, com aplicações de baixo valor, o investidor já tem acesso a diferentes tipos de imóveis em vários segmentos, permitindo a diversificação do seu investimento. Já na compra do imóvel, não é possível vender apenas uma parte dele.

Quanto às vantagens fiscais, não há incidência de IR sobre o rendimento distribuído pelo fundo para pessoas físicas, já os aluguéis provenientes dos imóveis de propriedade direta são tributados pelo Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF).

Quer conhecer mais sobre esse tipo de investimento? Venha para a Allez Invest!

Por Renan Hamilko Barbosa e Bruno Rosenmann , sócios da Allez Invest.

Texto publicado originalmente na TOPVIEW